A Moda das Newsletters

OI oi oiii

Recentemente anda super na moda as pessoas criarem newsletters para enviar aos seus inscritos, e eu claro que fiquei com uma super vontade de criar uma também, porque eu às vezes gosto muito de seguir modinhas por aí.

Porém eu me deparei com alguns probleminhas, primeiramente, se eu mal escrevo por aqui que é o blog que eu tanto gosto, MAGINA nessa newsletter… Afinal, quando a moda chega, o nosso fogo e vontade de fazer as coisas é bem grande, mas quando deixa de ser novidade, nós acabamos por deixar meio de lado e perdemos a vontade (pelo menos comigo é assim).

giphy (10)

Segundamente eu pensei sobre o público… É porque assim, as newsletters que eu assino e que eu gosto geralmente são de pessoas que já tem um certo público conquistado, a maioria delas são de amigos do booktube que escrevem sobre coisas bem legais, então eles fazem um trabalho bem legal de divulgação das suas coisas e tal, coisa que eu já aceitei que eu sou péssima pra fazer…

Isso ficou bem claro quando, depois de 1 ano e meio me seguindo no canal, uma inscrita viu que eu tinha esse blog e ficou meio pasma porque ela “não fazia nem ideia” que eu escrevia. Realmente meu trabalho de marketing é bem cagado mesmo.

giphy (11)

E por fim, terceiramente falando, é a questão do formato e assunto. O formato da newsletter, ao meu ver, é bem parecido com o formato deste blog que você está lendo, sendo assim, eu acho que no final das contas é meio que tudo a mesma coisa, com o porém de que sendo um blog, as postagens ficam aqui pra sempre, ou até eu apagá-las, e isso permite que mais pessoas vejam e tenham contato com o conteúdo, enquanto que na news só quem assina recebe.

Na questão de assuntos, eu acredito que ter um blog te deixa um pouco mais livre, então eu meio que posso falar do que eu quiser aqui, e isso é lindo. Até fazer review de produtinhos (que aliás to pensando em voltar) o que na news seria meio esquisito. Imagina receber e-mail da news com review de 1 produto só, cabô.

giphy (12)

No fim das contas eu acabei desistindo de criar a newsletter. Afinal eu passei muitas horas da minha vida criando o visual deste blog, siora, me respeita. Mas caso você ache a ideia atrativa lembre-se que você pode seguir o blog e assim, irá receber as postagens por e-mail, como se fosse uma newsletter. Todo mundo fica feliz.

~Hugs~

 

Anúncios

A Volta Dos Que Não Foram

Oi oi oi!

Incrível como esse blog aqui divide meu coração entre amor e culpa de uma forma que nada mais consegue…

giphy (1)

Eu comecei essa vida de blog tem é tempo, já me enfiei em tudo que é tipo de blog diferente, já fiz blog de comédia, já falei mal de coisas e produtos, falei bem também, já entrei no mundo nerd e falei sobre filmes, séries e livros, já falei sobre atitude e até sobre planner e papelaria. Falei tanto de tanta coisa, mas nunca fui muito de falar de mim.

Sempre achei que não seria tão útil para meus seguidores compartilhar coisas da minha vida. A menos que elas fizessem vocês rir ou sei lá. De uma forma ou de outra eu nunca achei que vocês se interessariam por assuntos como esses. Por isso, tentava não compartilhar tantos sentimentos aqui.

Porém no início do ano passado um post meu bombou.

giphy

Eu fiz alguma coisa aqui, que eu ainda não estou bem certa o que foi, que fez com que minhas estatísticas aumentassem de uma forma meio assustadora pra mim que não estou acostumada. Vamos lá, eu tenho nesse blog aqui exatos 16 seguidores. Eu sempre fiz meus posts e tive pouca interação, acho que blogs estão fora de moda hoje em dia rs

Porém do iníco do ano passado pra cá tenho 200 visualizações diárias (em média), 6035 visualizações no mês passado, 5409 até o momento para esse mês, quase 50 mil no ano de 2016 e até o momento mais de 37 mil nesse ano.

Eu não sei vocês, mas me parece que algo aí não bate. E não bate mesmo.

Eu me deslumbrei ao receber tantas visualizações e comecei a fazer os posts que eu achava que as pessoas queriam ver, postava aqui a mesma coisa que posto no canal, falava sobre o que estava em alta. E isso me fez mal, me afastei da minha essência para manter um blog atualizado e ainda assim falhando miseravelmente em fazer os números aumentarem na mesma proporção.

O post em questão é um video com minhas melhores amigas, nós gravamos uma TAG chamada Palavra & Música e na hora de colocar as tags no post alguma delas viralizou e, por isso, tantas visualizações. As pessoas que buscam as palavras são encaminhadas pra cá, assim que chegam aqui elas veem que não era o que buscavam e vão embora.

Na maioria das vezes ter um post ou um video viral é isso. Muitas visualizações, pouca interação, pouca retenção… No início achei que iria fazer o blog crescer, mas continuou tudo igual, a interação que eu tinha continuou a mesma, mas meu esforço em ter números era grande até que eu decidi parar um pouco.

Claro que ter um blog cheio de visualizações é uma coisa muito legal, quem diz que escreve para ninguém ler não pode estar falando sério… Mas, de que adianta afinal quando as pessoas passam, olham e vão embora? Hoje, pra mim, nada.

Eu quero poder compartilhar as coisas com vocês e quero que leiam, que nos tornamos amigos, que marquemos (que palavra feia) encontros, quero calor humano (virtual), quero compartilhar com vocês as coisas maravilhosas que eu tenho vivido, os perrengues para que vocês possam evitá-los, e conhecer e aprender com vocês também.

Então, esse textão foi pra isso, explicar o sumiço, a introspecção, dizer quem vem muito por aí. Uma Talita com o coração aberto pra vocês. Espero que vocês estejam de coração aberto pra mim também!

Nos vemos…

xx hugs x x