Vencendo O Desafio do Cabelo Colorido

Oi oi oiiii

Se tem uma coisa que eu me orgulho te ter feito na minha vida, foi ter pintado meu cabelo de verde.

IMG_0288

Embora ainda escute muita merda das pessoas que não concordam que meu cabelo seja colorido, embora muita gente que eu goste tenha sido contra eu pintar meu cabelo, embora algumas pessoas pensem que eu o fiz por ter perdido uma aposta e tal… Ainda assim, eu me orgulho muito de ter pintado meu cabelinho de verde.

Pintar o cabelo colorido pra mim era como um sonho sendo realizado, eu amo cabelos coloridos e quis aproveitar o momento em que estaria tranquila com relação à trabalho e etc para fazê-lo (porque a gente sabe que as oportunidades pra quem tem cabelos coloridos são menores, infelizmente).

Porém, recentemente eu passei por uma crise de insegurança bem forte, daquelas que fazem a gente querer se enfiar naquela caixinha que a sociedade quer nos colocar a todo momento, e pertencer aos iguais, e não ouvir piada por causa da cor do seu cabelo. Deu uma vontade de ir à farmácia e comprar uma tinta castanha e passar no cabelo, e assim acabar com tudo isso.

giphy (8)

Mas aí eu pensei… O que isso provaria? Porque seria uma grande ilusão achar que porque tenho cabelos castanhos as pessoas não vão encontrar algo pra falar de mim. Eu ainda sou desbocada, ainda sou gorda, ainda não penteio o cabelo… E mesmo que eu fosse a rainha da perfeição, fosse magra, alta, cabelos loiros lisos, sorriso colgate, simpática, rica, branca, sis, isso incomodaria alguém…

Não somos perfeitos e muito menos iguais, nunca seremos. QUE BOM.

Porém se essa crise serviu para algo foi para eu perceber que ser quem eu sou, a menina do cabelo verde, é a melhor coisa que eu fiz pra mim mesma. Depois de pintar o cabelo eu vi como eu amo ter cabelo colorido, como ser o que as pessoas querem que eu seja não me leva a lugar nenhum, pois como disse, não dá pra agradar a todos, é impossível chegar a um denominador comum, assim o melhor a fazer é se sentir bem consigo.

giphy (9)

E isso, eu estou fazendo. Todas as vezes que eu me olho no espelho e vejo meu cabelo verdinho eu sorrio… Me sinto livre como nunca antes. Livre do que a sociedade disse que eu tinha que ser, é tão libertador isso… Isso, ninguém vai tirar de mim…

As pessoas poderiam guardar suas opiniões depreciativas pra elas? Poderiam, mas como uma grande amiga sempre me fala: Não podemos esperar que os outros tenham a mesma consideração que nós temos… Então segue o baile…

~hugs~

Anúncios

A Mensagem do Carefree

Vou dizer pra vocês, às vezes ser eu cansa…

Eu não sei se sou uma pessoa bipolar, às vezes acho que sim, às vezes acho que não olha ai os indícios.

Às vezes sou uma pessoa super segura do que eu quero, de pra onde vou, do que gosto ou não gosto. Dai acordo alguns dias achando que tudo é uma incerteza infinita, onde não sei dizer se quero café ou não, com um sentimento de autopiedade tão ridículo que dá vontade de ir a um espelho e dar na minha cara…

giphy

Me bate uma insegurança absurda de tomar qualquer tipo de decisão, como se todas elas fossem decisões grandes e imutáveis, mas na verdade é só escolher se quer ou não a droga do café.

Passei um tempo recentemente em que não tinha ânimo pra nada, tudo me chateava e tinha preguiça de iniciar qualquer coisa. Acabei passando uma semana inteira deixando coisas pela metade ou nem sequer começando a fazê-las…

Crise existencial, a gente vê por aqui 

Daí arrumando minhas coisas no banheiro nessa semana eu me deparei com um pacote de Carefree. Sim, isso mesmo, um pacote de Carefree.

carefree-togo-a

E agora as embalagens individuais vem com mensaginhas fofas como as que vem no açúcar, são geralmente mensagens motivacionais e de felicidade. E uma mensagem em especial me chamou atenção:

Faça acontecer!

E essa mensagem de duas palavras fez tanta diferença no meu dia. Eu fiquei pensando em quantas vezes nos entregamos à autopiedade de forma que deixamos de fazer as coisas que temos ou que queremos fazer.

giphy (3)

Claro, eu acho que de vez em quando é bom deixar as emoções fluírem, se permitir sentir tudo, mesmo que seja aquela tristeza louca que nos faz se encostar na parede do box e ir escorregando até embaixo chorando, protagonizando uma linda cena de novela das 20h, mas o caso é que não dá pra deixar isso acontecer o tempo todo…

Foi aí que eu comecei a planejar de novo a minha vida. Desde que nos mudamos aqui pro Chile eu tirei um mês pra descansar. Tinha trabalhado durante anos no Brasil sem nunca tirar mais de 7 dias de férias por ano. Só que eu vim cheia de planos, cheia de ideias e fiz exatamente vários nadas desde que cheguei…

Arrumei minhas ideias, fiz minhas listas (como eu falei nesse post aqui) e abandonei o planner da A-craft pra construir o meu próprio, assim as coisas começaram a fluir novamente.

Não parece, mas quando comecei um processo de criação do novo planner e comecei a customizar o meu próprio, minha criatividade começou a fluir novamente, voltei a gravar vídeos essa semana, deixei as desculpas de lado, dei inicio a um projeto que eu sempre quis realizar, mas sempre tive muito medo, FIZ ACONTECER. De verdade.

giphy (4)

O objetivo do post, sim, tem objetivo, é dizer o quanto pode ser ruim deixar que essas emoções de procrastinação, preguiça ou como você quiser chamar, nos dominem… Podemos apreciar, mas com moderação. O importante é ter em mente um plano a ser seguido, assim todas as vezes que esses sentimentos tomarem conta, vamos poder olhar o plano traçado e focar novamente.

Ou você pode comprar um pacote de Carefree…

~Hugs~

 

 

*Esse não é um post patrocinado pela Carefree, mas se fosse eu não ficaria triste não rs

 

 

A Volta Dos Que Não Foram

Oi oi oi!

Incrível como esse blog aqui divide meu coração entre amor e culpa de uma forma que nada mais consegue…

giphy (1)

Eu comecei essa vida de blog tem é tempo, já me enfiei em tudo que é tipo de blog diferente, já fiz blog de comédia, já falei mal de coisas e produtos, falei bem também, já entrei no mundo nerd e falei sobre filmes, séries e livros, já falei sobre atitude e até sobre planner e papelaria. Falei tanto de tanta coisa, mas nunca fui muito de falar de mim.

Sempre achei que não seria tão útil para meus seguidores compartilhar coisas da minha vida. A menos que elas fizessem vocês rir ou sei lá. De uma forma ou de outra eu nunca achei que vocês se interessariam por assuntos como esses. Por isso, tentava não compartilhar tantos sentimentos aqui.

Porém no início do ano passado um post meu bombou.

giphy

Eu fiz alguma coisa aqui, que eu ainda não estou bem certa o que foi, que fez com que minhas estatísticas aumentassem de uma forma meio assustadora pra mim que não estou acostumada. Vamos lá, eu tenho nesse blog aqui exatos 16 seguidores. Eu sempre fiz meus posts e tive pouca interação, acho que blogs estão fora de moda hoje em dia rs

Porém do iníco do ano passado pra cá tenho 200 visualizações diárias (em média), 6035 visualizações no mês passado, 5409 até o momento para esse mês, quase 50 mil no ano de 2016 e até o momento mais de 37 mil nesse ano.

Eu não sei vocês, mas me parece que algo aí não bate. E não bate mesmo.

Eu me deslumbrei ao receber tantas visualizações e comecei a fazer os posts que eu achava que as pessoas queriam ver, postava aqui a mesma coisa que posto no canal, falava sobre o que estava em alta. E isso me fez mal, me afastei da minha essência para manter um blog atualizado e ainda assim falhando miseravelmente em fazer os números aumentarem na mesma proporção.

O post em questão é um video com minhas melhores amigas, nós gravamos uma TAG chamada Palavra & Música e na hora de colocar as tags no post alguma delas viralizou e, por isso, tantas visualizações. As pessoas que buscam as palavras são encaminhadas pra cá, assim que chegam aqui elas veem que não era o que buscavam e vão embora.

Na maioria das vezes ter um post ou um video viral é isso. Muitas visualizações, pouca interação, pouca retenção… No início achei que iria fazer o blog crescer, mas continuou tudo igual, a interação que eu tinha continuou a mesma, mas meu esforço em ter números era grande até que eu decidi parar um pouco.

Claro que ter um blog cheio de visualizações é uma coisa muito legal, quem diz que escreve para ninguém ler não pode estar falando sério… Mas, de que adianta afinal quando as pessoas passam, olham e vão embora? Hoje, pra mim, nada.

Eu quero poder compartilhar as coisas com vocês e quero que leiam, que nos tornamos amigos, que marquemos (que palavra feia) encontros, quero calor humano (virtual), quero compartilhar com vocês as coisas maravilhosas que eu tenho vivido, os perrengues para que vocês possam evitá-los, e conhecer e aprender com vocês também.

Então, esse textão foi pra isso, explicar o sumiço, a introspecção, dizer quem vem muito por aí. Uma Talita com o coração aberto pra vocês. Espero que vocês estejam de coração aberto pra mim também!

Nos vemos…

xx hugs x x

Adeus 2016

2016 não foi um ano para fracos… Mas se estamos aqui até agora só pode significar que somos os tais 3% não é mesmo?

Nesse ano eu conquistei tantas coisas, fiz tantas coisas, foram mudanças árduas, difíceis, daquelas que acontece de dentro pra fora, que muita gente não percebe, mas que faz um rebuliço dentro de você de um jeito impossível de descrever.

Esse ano eu aprendi que é possível ter melhores amigos pela internet, que felizmente, eu tenho os melhores, pessoas maravilhosas que entraram na minha vida de uma forma impossível de eu deixar sair…

Descobri que ter um canal no youtube é muito maneiro e faz você se aproximar de pessoas tão maravilhosas que colorem seu dia de um modo tão contagioso, algumas também falam umas merdinhas, mas é a vida!

Também perdi alguns amigos no caminho, mas isso faz parte da vida e às vezes a melhor coisa a fazer é deixar ir…

Aprendi que música é o melhor remédio, para tristeza, para felicidade, para ansiedade, para resfriado, para qualquer coisa, nada fica ruim se você pode ouvir as suas músicas preferidas no último volume!

Aprendi que você pode mudar a sua vida em 21 dias. E pode mesmo, pode aprender a acordar cedo, a fazer exercícios e comer bem.

Também aprendi que é sim possível sentir falta de sair pra correr (e isso é meio assustador).

source

Descobri que pode ser muito prazeroso ficar só com minha companhia, que posso ir ao cinema sozinha e amar isso…

Aprendi a ficar só. Porque no fundo nós nunca ficamos totalmente sós (e eu não to falando de fantasmas)….

Eu me basto de uma forma tão mágica, tão maravilhosa…

O mais importante foi que eu aprendi a ME RESPEITAR, a respeitar meus limites, meu corpo, meus sonhos, meus sentimentos e quem eu sou de verdade.

Aprendi que ser quem eu sou é bom também, eu não preciso ser magra, rica, nem andar arrumada e maquiada para ser legal, eu sou muito legal, mesmo com minhas camisas de super herói amassadas, mesmo ficando de luto pelo Han Solo por três dias, mesmo rindo de piadas ruins e só compartilhando vídeos de gatos.

giphy
Preciso confessar, eu odeio anos novos, esse ano novo assim como muitos outros está sendo bem bosta… Mas nada que uma maratona de Star Wars ou Senhor dos Anéis não resolva.
Eu desejo que vocês se descubram no ano que vem, que se amem e que sejam muito felizes.

Ano que vem o blog volta! Eu juro! Primeira promessa de ano novo: Check!

Meu dia “Detox” forçado

Olá meus seres humanos lindos!

Mais uma vez, venho compartilhar com vocês um vídeo youtubístico! Sabem, gostei dessa vida. Agora vou ser youtuber rsrsrs

Esse é assunto polêmico e que divide opiniões, tem gente que jura de pé junto que não precisa de celular, mas não consegue ficar sem o diabo do negócio nem 30 minutos, e tem gente que é assumido assim que nem eu sabe… hahahaha

jogoloco

Mas veja o vídeo e dê sua opinião, se gostar dá um like bonito lá e se inscreva para receber as novidades! Claro que todos os posts de lá, serão postados aqui também, e na página do Facebook, e com link no meu Twitter e etc etc etc.

A pior blogueira do mundo…

hello peeps

Cara, acho que sou a peor blogueira do universo, se é que eu sou blogueira... Eu sei que tem tempo que eu não passo aqui, mas eh que eu fiquei tão empolgada com tanta coisa ao mesmo tempo que acabei me perdendo e não fazendo nada.

1425317282_dog_runs_into_pole_during_agility_event

Pouco a pouco a gente vai retomando a vida. Minduin e eu, tínhamos tomado algumas decisões que iam mudar muito nossas vidas, mas agora tivemos que dar um passo atrás pra dar um pra frente… E aí mudou tudo de novo… Nesse meio tempo, eu me perdi, me achei, me empolguei com tantos assuntos que gostaria de partilhar que no final das contas não escrevi sobre nenhum deles. Isso meus caros é falta de foco. Isso meus caros é só mais um dia no meu dia a dia…

Foco é disciplina. Aprendi uma coisa valiosa que queria compartilhar: não espere motivação para fazer nada. Ela é uma parte importante em um processo macro. Mas em tarefas menores se você espera por ela, tá ferrado. Como por exemplo ir à academia. Você pode se motivar pensando que quer o corpo ideal ou apenas mais saúde, mas se você esperar que a motivação te acorde mais cedo e te ajude a levantar do sofá para efetivamente ir à academia… Fud%3…

meme-6068-e---fudeu-msm--

Já dizia o slogan da Nike: just do it, ou no bom português: Levanta a porra da bunda e vai fazê! To aprendendo pouco a pouco que eu me trollo o tempo todo, negocio comigo mesmo que hoje eu não vou, mas amanhã eu juro que fico mais tempo, só que acaba virando um vício bizarro e quem perde é a gente mesmo…

Não vou fazer promessas porque não sei se vou cumpri-las mas minha vontade é estar mais por aqui. E me esforçarei para isso!

Desafio: Uma semana sem reclamar…

Sou seguidora do blog Hypeness, (que é muito legal e eu super recomendo a quem não conhece), e numa zapeada dessas vi um post que me chamou atenção. Eles começaram a fazer uns desafios com a equipe de redatores e o primeiro desafio foi ficar 1 semana sem reclamar…

reclamar

Daí a primeira coisa que passou pela minha cabeça foi: Nossa que maneiro… Eu vou fazer Ça porra. E a segunda foi: É, mas eu não vou conseguir, depois eu penso nisso…

Mas, aí uma amiga quis fazer, e eu como sou maria vai com as outras uma pessoa de personalidade forte, resolvi acompanhá-la.

276164_Papel-de-Parede-Meme-Challenge-Accepted_1600x1200-610x457

A prévia

Sempre que você vai começar a fazer uma coisa, um sentimento de euforia invade seu corpo, você se sente super capaz de fazer o que for. Nesse momento somos dotados de uma super confiança que faz inveja a qualquer soldado de guerra… Afinal, faz cinco minutos que a decisão foi tomada e ainda não tivemos tempo do pessimismo fazer o trabalho sombrio dele, então o otimismo está a toda… Bem, isso se você não tiver amigos como os meus… Recebi muitas mensagens de incentivo…

reclamar2

Claro que eu achei que pelo menos o Minduin ia me dar apoio, acreditar em mim, e me encorajar, mas quando eu contei pra ele ele falou:

Á TÁ! VOCÊ? BOOOOUA SORTE…

Onde esse mundo vai parar minha gente… Isso porque nem tinha começado.

Dia 1
Acordei linda e receosa porque eu, a rainha da reclamação, teria que passar sete dias (SETE) sem fazer o meu melhor papel, sem ser a melhor coisa que eu sou, uma mala. O que vai acontecer com meu potencial? Rs

Dou bom dia pro Minduin com a esperança de que esse fim de semana vai ter que ser bom. Minduin fofo do jeito que é já vai me dando a pior noticia do dia, assim sem aviso como se fosse uma havaiana de pau no meio da minha fuça ele diz: Ó, Estamos sem internet…

8LjSi0aT2OtqUmQph9he_Cereal Wakeup Kid

Entrei em depressão por cinco segundos… eu tenho a solução: voltei pra cama e fui dormir.

Descobri que metade da minha reclamação acontece quando Minduin tá perto de mim, porque ele gosta muito de me tirar do sério… Quem é casada sabe que nossos maridinhos além de fofos e queridos tem uma missão na Terra: irritar a gente.

Ps.: Minduin está lendo um livro chamado Anticâncer, que foi escrito por um médico que passou por um câncer e ficou obcecado (igual Minduin tá ficando) por descobrir formas naturais de prevenir a doença. Resumindo: agora a nossa vida gira em torno do que “pode” e do que “não pode”… #MasEuNãoPossoReclamar

Dia 2
O que você faz quando você num pode reclamar? Se preserva né? Nããããão se enfia dentro de um Shopping…

Lo Ta Do

#HyPerVentiLey

Eu queria comer um sorvete. Qual foi o pecado capital que eu cometi meu senhor Jessuiscrixto para o fato de ir ao Shopping comer um sorvete se tornar uma tarefa para qualquer Hércules pedir arrego? Ah, tava cheio, muito cheio. Eu odeio lugareis cheios… #MasEuNãoPossoReclamar Desisti do sorvete, mas o Minduin me fez andar no Shopping porque ele me acha muito “estressada” e aí ele me coloca à prova certas vezes “só para ver o que eu vou fazer” se eu não faço nada, ele não fala nada, se eu fico reclamando ele fica pagando uma de budista pra cima de mim, cheio de mimimi que só me faz ficar mais puta… Mas essa semana era diferente. EU NÃO PODIA RECLAMAR.

33BN0Vb

Aí, como se a coisa já num tivesse maneira pro meu lado, eis que meu amigo apresenta o Spotify ao Minduin.

Agora pára…

Veja bem, aqui em casa eu sou a geek, eu que sou a nerd, eu que gosto do videogame, eu que entendo a piada do Big Bang Theory, o Minduin que é o descolado. Então novidades tecnológicas ou appisticas ele tá sempre meio por fora, e eu me preservo… Porque eu sei o que eu sofro….

E agora volta…

Achou que tava ruim? Minduin descobriu que com o spotify podia ouvir Ney matogrosso, Tom Zé, Hermeto Pascoal, BADI ASSAD (essa aí eu num guento)… Até aí tudo bem, mas adivinha ONDE ele resolveu ouvir? No carro… Comigo.

Sério, Minduin passou com êxito no teste pra psicopata nessa semana…

Dia 3
Acordei às cinco da manhã… Feliz. Não me pergunte!

Mas muito feliz, acho que quando você passa por provações como ouvir a música “O Abacaxi de Irará” enfurnada dentro do carro no calor, você vira uma pessoa melhor… rs

Acho que deixar de reclamar é como fazer um detox. Você vai se desintoxicando das coisas negativas conforme o tempo vai passando e quando vê acaba dando espaço para as coisas positivas realmente acontecerem…

Também, nessa semana eu sabia que teria que tomar uma posição mais positiva ou o desafio iria pro saco. Não sei vocês, mas 80% das minhas reclamações são sobre trabalho. Até quando tá bom eu reclamo.

m8cr3d

Então como esse seria o primeiro dia, uma atitude positiva era mais que necessária e eu decidi também falar menos, quando a gente verbaliza menos, consegue pensar mais antes de falar e assim evita que saia muita besteira da nossa boca. Adotei o fone de ouvido e fui!

Dia 4
O mundo conspira contra contra você quando você não pode reclamar.

Adotei a meditação e o yoga como parceiros nessa jornada de autoconhecimento. Só assim para tentar manter a calma em alguns momentos mais tensos e com certeza focar nos objetivos e gastar energia fazendo alguma coisa boa pra gente ajuda a não perder tempo reclamando com o que não tem jeito.

tumblr_ne0hardnRg1qdlh1io1_400

Eu moro no Rio e infelizmente aqui a coisa não está fácil, neste dia teve uma operação na comunidade próxima da nossa casa… Tiros… às 6 da manhã. Depois o povo fica falando que bandido é vagabundo, depende, tem uns que já acordam bem cedinho para fazer besteira. Os caras já estavam lá pegando no batente de manhã cedo.

Piadas e violências à parte consegui respirar fundo e tentar manter a calma. Meditação ta ajudando muito a não mandar todo mundo pra putaqueropariu, mas eu sou phyna e nada disso vai me abalar!

Dia 5
O mundo conspira contra contra você quando você não pode reclamar [2].
É sério. Eu repito isso quantas vezes for necessário para você acreditar rs. Neste lindo dia peguei uma “virose”.

Virose; do dicionário
s.f. Medicina Nome comum dado às doenças causadas por vírus.
By Talita – virose significa tudo aquilo que o medico não sabe te dizer o que é. Pode ser sinônimo de frescura também. Arrumar louca pra lavar ou roupa para passar costuma ajudar a não desenvolver esse tipo de patologia

download

Bom, quando você esta com um enjôo insuportável e mais parece a Aretuza do que outra coisa, não sobra muito tempo pra reclamar. Esse dia foi sussa – tirando a parte dos vomitão – facin facin não reclamar.

Dia 6
Melhorei, me recompus e decidi que agora esse desafio ia mudar a minha vidaaaaa…

Chega de ficar reclamando, de ficar me lamentando, eu ia tomar as rédeas da minha vida! Fazer o que eu tivesse vontade! Ser uma pessoa melhor pra mim e para os outros! Vou fazer uma tatuagem! Vou viajar! Vou conquistar o mundo!

Antes de tudo vou trabalhar né? Que num tá fácil pra ninguém. Coloco minha playlist mágica, aquela que tem todas as músicas que vão me fazer passar a maior vergonha no trem porque eu sou dessas que não consegue escutar a porra da música e ficar blasè. Eu preciso parecer que estou lutando contra um espirito que quer dominar meu corpo, mas vamo lá que hoje eu to feliz! Começo a ouvir… Começa o Bon Jovi, Ei menino! Respeita um Clássico… It’s my life… eu danço, me acabo… e a bateria do celular também… sabe o momento de felicidade? Coito interrompido.

#MasEuNãoPossoReclamar#MasEuNãoPossoReclamar#MasEuNãoPossoReclamar#MasEuNãoPossoReclamar#MasEuNãoPossoReclamar#MasEuNãoPossoReclamar#MasEuNãoPossoReclamar#MasEuNãoPossoReclamar#MasEuNãoPossoReclamar#MasEuNãoPossoReclamar#MasEuNãoPossoReclamar

Passado o momento conturbado, consegui pensar em outras coisas, peguei uma revista, fui ler, tentei não pensar no que me frustrava… Realmente ajuda. O Lance é mudar o foco para outra atividade que não te irrite…

ar4bGZ6_700b

Quando comecei o desafio era uma mala sem alça e nem rodinha, acho que agora as rodinhas já foram colocadas ao menos. Minha postura está mudando e muita coisa boa está acontecendo comigo nessa semana. Cheguei a conclusão que nem valia tanto a pena me estressar por causa do telefone #LigaPraMinhaMãeQueEuNãoTobem… rsrsr

Dia 7
Acabou o desafioooo…

Posso dizer que foi a semana mais positiva da minha vida e a mais difícil também. Uma semana que vai se transformar num “pra sempre” não quero mais voltar… Claro que a intensidade vai ter que mudar, afinal não vai ser sempre que eu vou conseguir não reclamar, sempre vai ter um dia que vamos estar um pouco menos dispostos a aceitar certas coisas ou a fazer outras. Mas acho que esse primeiro passo de abrir os olhos para a nossa realidade e ver o que nós fazemos e como reagimos às coisas é importante e faz muita diferença quando queremos mudar algo.

Tudo está tão mais claro e tranquilo pra mim, hoje eu consigo ver o que realmente vale a pena ter algum tipo de estresse o que não vale a pena nem comentar.

Nutrir a vida com coisas positivas faz com que muitas outras coisas positivas aconteçam. Quando a gente fecha a porta da negatividade e da reclamação a gente deixa escancarada uma janela cheia de oportunidade de enxergar coisas boas onde a gente nem imaginava que tinha.

tumblr_n59pnd3PFn1t93vt5o1_500

Experimentem também largar mão das coisas que só fazem mal e que somos nós mesmo que fazemos… Vocês vão ver como tudo vai mudar…