Você já jogou RPG?

Sem dúvidas uma das melhores épocas na minha vida foi a época que eu jogava RPG…

Sério, era lindo poder ser uma fada, uma maga, guerreira etc… Não só porque você consegue dar asas a sua imaginação, mas também porque RPG exige competências que até o mercado de trabalho exige. Como, por exemplo: tomada de decisões e gestão de crise. Porque honestamente, se estar preso dentro de uma masmorra com um minotauro gigante, pouco mana e tentando achar uma saída para fugir não for uma baita crise, então meu amigo eu não sei o que pode ser…

Enfim eu sei que existem muitos tipos de RPG, mas hoje eu queria falar somente do RPG de mesa, aquele que tem um mestre do jogo que narra a aventura. Já que é esse que eu tenho mais domínio e gosto tanto tanto…

Mas, como sempre vamos ao o que é:

“Role-playing game, também conhecido como RPG (em português: “jogo de interpretação de personagens”), é um tipo de jogo em que os jogadores assumem os papéis de personagens e criam narrativas colaborativamente. O progresso de um jogo se dá de acordo com um sistema de regras predeterminado, dentro das quais os jogadores podem improvisar livremente. As escolhas dos jogadores determinam a direção que o jogo irá tomar.”

Bom, primeiramente, como você deve ter percebido RPG NÃO ENVOLVE SACRIFÍCIOS HUMANOS, bem, pelo menos não de verdade. kkk

Segundamente, a principal regra do RPG é: DIVERSÃO!

Terceiramente, RPG de mesa é um jogo COLABORATIVO, sendo assim se você não sabe estar dentro de um grupo é melhor nem ir porque isso vai dar merda.

Como jogar?

A primeira coisa a se fazer é escolher um Sistema, que é basicamente um conjunto de regras que ditam como uma partida será realizada, embora você possa aloprar na criatividade dependendo do sistema, é muito importante ter regras senão o jogo pode acabar ficando sem noção demais…

Com relação aos sistemas, o mais famoso do mundo é o Dungeons & Dragons (conhecido como D&D) que, como você deve imaginar, originou o desenho que marcou a infância de muitos de nós: Caverna do Dragão! E originou também o filme em live action.

O D&D tem um foco maior no mundo medieval, com magia, masmoras e dragões (Love forever).

Outro famosão é o GURPS: Generic Universal Roleplaying Game.

Uma das principais características do GURPS é que, como o nome diz, é um sistema Genérico, portanto conta com um suprimento gigantesco de manuais e livros, com temas que vão do Medieval até o Cyberpunk, e suas mecânicas e regras são bastante adaptáveis.

Para quem gosta de um pouco menos de viagem tem o Vampiro: A Máscara e o Lobisomen (ambientados no tempo atual) que, normalmente são mais focados na interpretação e nas decisões do personagem, mas também conta com diversas mecânicas de ação.

Claro, não poderia deixar de falar do brasileirissimo TAGMAR. O sistema foi criado em 1995, lembra bastante o D&D embora tenha a sua própria mecânica. Tagmar com certeza ta na minha lista de favoritos! (Se você quiser saber mais sobre o RPG brasileiro o site é http://www.tagmar2.com.br/)

 

E se você curtir também tem a opção: Star Wars: Fronteira do Império. Um novo sistema baseado no mundo de Star Wars trazido para o Brasil pela Galápagos Jogos, eu fiquei interessada em ver qual é!

Bom, como você pode ver, sistemas não faltam, basta escolher o que mais lhe agrada e cair dentro. O maior desafio é achar o grupo e mantê-lo…

E se você curte RPG veja se não se identifica com esse vídeo…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s